TOP 10: Séries de 2013

TOP 10: SÉRIES
___________________________________________

01. Breaking Bad
5ª Temporada
Atenção, contém spoilers da temporada
Por: Yuri Hollanda 
Breaking Bad desde sua estreia arranca elogios da crítica e do público. Mas foi a partir de sua 3ª Temporada que a série começou a ter o nome e a notoriedade que tem hoje, e em sua reta final, terminando com 5 incríveis temporadas, atingiu a impecável proeza de ser considerada a melhor série de todos os tempos por muitos, muitos críticos.
Na última temporada de Breaking Bad tivemos o cerco fechando para Walter White, ou, como preferir, Heisenberg, e vemos as consequências de suas escolhas proibidas.
A série também nos mostrou algumas das melhores atuações da tv mundial, como a de Bryan Cranston e de Anna Gunn, ambos recordistas de prêmios e elogios.
A última temporada de Breaking Bad encerrou a série de uma forma épica, como deveria ter sido. Você percebe que mesmo com aquele final dramático e trágico, ele não podia ter sido melhor. A morte do protagonista, como aconteceu com Walter White, em 90% das vezes vem no momento certo, e para o bem.
Palmas para essa série que é, sem dúvidas, o maior marco da história da TV Mundial.

____________________________________________________________________________



02. Game Of Thrones
3ª Temporada
Por: Alina Oliveira
Sendo uma série já estabelecida como uma das melhores não é de se estranhar ela nesse TOP, roteiros impecáveis, atuações ótimas, e um tratamento visual de dar inveja a filmes, Game of Thrones é tudo que os fãs de literatura fantástica podem pedir de uma adaptação. Respeita até onde pode a história original e cria ótimas adições a mitologia.

Essa temporada não foge ao padrão de qualidade da HBO, e sendo o terceiro livro muito melhor que o segundo a terceira temporada o foi também, ela apenas adaptou metade do terceiro livro, A Tormenta de Espadas, tem sua cota de casamentos e mortes, e é apenas metade deles. Demos adeus a personagens muito amados, e como qualquer fã já está acontumados a Starks também.

Os personagens evoluiram muito bem, mesmo dada a grande qauntidade deles, a série consegue resumir muito em apenas algumas cenas, de maneira muito eficaz. Ajuda muito os atores serem tremendamente bons e conseguirem passar tudo que precisam por meio dos diálogos muito bem feitos. Não há porque reclamar da série a não ser que ela atrasa o andamento dos novos livros já que o autor está envolvido na produção.



Só temos que torcer para a série não alcançar o livro, pois ai sim, sofreremos com fillers. A nova temporada começa ano que vem, com  a segunda parte do terceiro livro com um casamento por vir e mais umas tantas mortes.
____________________________________________________________________________

03. Masters of Sex
 1ª Temporada
Por: Yuri Hollanda
Masters of Sex chegou com uma premissa bem polêmica: como o próprio nome diz, é uma série que irá tratar sobre SEXO. Não poderia ter maior tabu que esse.
Porém a série conseguiu fazer o que poucos programas conseguem. Tratar um assunto como esse de uma forma delicada e nem um pouco ofensiva, como muitos consideram o assunto, apesar de ter bastante nudez.
Interligado a isso ainda tem um roteiro brilhante que abrange desde o plot principal, o estudo de Willian e Virginia (que pra quem não sabe, é verídico), até o plot coadjuvante com muitas traíções e revelações, e ainda aprofundando na vida pessoal de cada personagem.
Masters of Sex é sem dúvida uma das estreias de séries mais brilhantes de todos os tempos e merece, com certeza, estar no TOP 3 do ano.
Agora resta esperar para a que a série mantenha a qualidade na próxima temporada.

____________________________________________________________________________

04. Doctor Who
7ª Temporada
Por: João Carlos
Apesar de ter tido apenas oito episódios, a série mereceu seu lugar na lista.
No ano de seu 50º aniversário, Doctor Who dá o seu melhor até então, entregando uma temporada com a produção bem mais cuidadosa, e com um enredo bem mais sutil.

Um de seus acertos, foi ter focado o plot principal na nova companion do Doctor - ao invés de criar histórias complexas para o desenrolar da história, além de ter trabalhado melhor no desenvolvimento do próprio protagonista. Os episódios soltos ajudaram muito nisso, e durante a temporada, vemos claramente o crescimento dos personagens e da série, assim com o dos próprios atores. (Momentos como o discurso de The Rings of Akhaten não podem ser esquecidos).

Em sua reta final, ela foi ganhando um tom um pouco diferente, e até me atrevo dizer que com um ar meio "cinematográfico". Tudo isso para nos levar ao maior evento televisivo do ano: O especial de 50 anos da série, The Day of the Doctor. Especial esse, feito para ninguém por defeito, contando com ótimas atuações, participações especiais, e com uma carga emocional muito forte. Um presente digno para a série e seus os fãs.

Por fim, tivemos o episódio que encerraria mais uma “Era” da série, em um belo especial de Natal.
Perguntas foram respondidas, lágrimas foram derramadas, e ansiedade para a próxima temporada - que estreia apenas em setembro - surge junto com a tristeza.
No momento, nos resta torcer para que a série continue com esse ótimo ritmo que vem apresentando e que a oitava temporada venha tão grandiosa como promete.
Para uma análise mais detalhada da temporada e do especial, clique aqui e aqui
____________________________________________________________________________


05. Homeland 
3ª Temporada
Atenção, contém spoilers da temporada
Por: Yuri Hollanda
Homeland estreou sua 3ª temporada fenomenal no dia 29 de Setembro, tendo a premiere vazada um mês antes. A temporada dividiu opiniões, muitos e muitos ficaram com extremo medo, e com raiva da lentidão da temporada.
Tudo isso foi sendo retirado a partir do 3x04, quando foi revelado que Carrie & Saul estavam trabalhando juntos para pegar o homem-bomba-da-Langley, quando ninguém esperava por essa reviravolta.
A partir daí, a temporada se desenrolou da melhor forma possível.
A ausência de Damian Lewis em cena foi sentida, mas ele voltou com tudo no 3x08, depois de ter um episódio só dele, provando que sem ele, a série não é a mesma. Porém, mais um tapa na cara nos foi dado.
Na finale dessa temporada, Nicholas Brody, o personagem-chave de Homeland, morreu enforcado diante dos olhos chocados de todo o mundo. Confesso que fiquei sem palavras, sem saber o que fazer. Não consigo acreditar, até hoje, que eles tiveram esse nível de audácia. Mas enfim.
Agora é esperar pela 4ª Temporada que eu, sinceramente, desejo até hoje que não tivesse prestes a acontecer. A estrela no final da temporada foi um marco pra essa série, e seria o final mais bonito do universo se fosse uma series finale. Uma pena, realmente, que a série irá continuar.
Ainda acredito que possa ser a última, com Carrie vingando a morte do Brody, e dando uma lição em Lockhart, Dar Adal e Saul. Sim, até mesmo Saul. Só nos resta aguardar.

____________________________________________________________________________

06. Bates Motel
 1ª Temporada
Por: Enrico Scafutto
Bates Motel é a série que se passa antes da trama mostrada no filme "Psicose", de Alfred Hitchcock, em que mostra como Norman Bates (Freddie Highmore) foi desenvolvendo sua psicopatia ao lado de sua mãe, Norma (Vera Farmiga). Depois que se passam os 6 primeiros episódios, a série diminui um pouco do grande suspense que foi apresentado anteriormente, mas isso não significa que tenha prosseguido de um jeito ruim. Highmore interpreta um Norman que ainda está descobrindo sua verdadeira identidade e não sabe ao certo como lidar com isso. Já Farmiga, como sempre, dá um show de atuação como a mãe louca e surtada de Norman.
As reviravoltas da série são capazes de prender o fôlego, fazendo jus à obra que a deu origem. Pra mim, Bates Motel foi sem sombra de dúvidas, a melhor estreia desse ano no mundo das séries de TV. 

____________________________________________________________________________


07. Hannibal
 1ª Temporada
Por: Alina Oliveira
Hannibal chegou na mesma leva que Bates Motel, na onda de fazer prequels, não tem como negar que a critaividade anda em baixa em Hollywood e isso meio que se reflete na TV aberta americana e assim roteiristas tratam de reciclar histórias consagradas. 

Porem, de maneira alguma isso foi ruim, com um showrunner de primeira e atores extremamente talentosos, Hannibal teve uma primeira temporada de muita qualidade. Para os fãs do personagem, que acompanharam os filmes e/ou livros, é uma nova maneira de ver os personagens que já conhecemos. E para os novos fãs que nunca tiveram contato com os personagens antes (e que me assusta serem muitos), temos Will Graham ajuda o FBI a prender serial killers com seu grande conhecimento sobre a mente desses criminoso, enquanto começa uma amizade com Dr. Hannibal Lecter, seu misterioso psiquiatra. Vale ressaltar que uma das melhores coisas da série é exatamente essas cenas em que Will raciocina o que ocorreu na cena do crime, uma sacada incrível do criador, sempre visualmente impecável.

Com essa premissa e a bagagem que carrega dos filmes e livros, a série funciona muito bem, com um visual de dar inveja a séries já consagradas, Hannibal consegue entreter e criar um clima de muita apreensão. Hugh Dancy e Mads Mikkelsen fazem um trabalho maravilhoso como protagonistas da série, um Will Graham problemático sempre a beira de um colapso, e Dr. Hannibal extremamente calculista e sempre preparando uma bela refeição, o ultimo é o destaque para mim com certeza, já que para os fãs dos filmes é muito difícil aceitar um Hannibal que não seja Anthony Hopkins, mas Mikkelsen faz jus ao personagem. 

Com 13 episódios a série se destacou entre as estreias desse ano por conseguir sobreviver mesmo com uma audiência modesta (porem fiel), e conseguiu ser renovada para uma nova temporada pela NBC. A próxima temporada estreia em fevereiro e promete muito depois do season finale incrível.
____________________________________________________________________________


08. Supernatural
 9ª Temporoada
Por: Lucas Zeferino 
Sou suspeito pra falar de Supernatural, levando em conta que é a minha série preferida, mas essa temporada está demais! Depois das temporadas seis e sete, o “limbo” de Supernatural, a série conseguiu se erguer novamente na oitava temporada, que deixou um ótimo plot para a nona.  Eu estou adorando toda essa história dos anjos caídos e a jornada de Castiel como humano. Até os episódios fillers dessa primeira parte da temporada foram ótimos! Destaque para o episódio Bad Boys,que teve todo o clima das primeiras temporadas da série, e para Slumber Party, que teve a volta da Charlie.
Castiel é um dos meus personagens preferidos e até que enfim que eles resolveram voltar a dar o destaque merecido para ele. Todo o plot dele nessa primeira parte da temporada foi ótimo. Tivemos toda a  adaptação dele como ser humano: ele arrumando emprego, perdendo a virgindade (nunca imaginei que fosse ver isso na série HAHA), entre outras coisas. Esse destaque que deram a ele foi um dos pontos altos da temporada, com certeza.
E pra finalizar essa parte da temporada, tivemos o AWESOME Holy Terror. Eu não suspeitava do Ezekiel (que não verdade não era Ezekiel) e fiquei de queixo caído com essa reviravolta. Castiel finalmente recuperou a sua graça e eu estou muito curioso pra saber no que isso vai dar. Mesmo com tudo isso, o que mais surpreendeu nesse episódio foi a morte de Kevin. Nos resta esperar a volta da série para ver como que a incrível nona temporada continuará.
____________________________________________________________________________


09. The Originals
 1ª Temporada
Por: Fernando Antônio
The Originals é definitivamente o raro caso em que um Spin Off consegue ser tão bom (ou melhor) que a série que a originou. Trazendo Klaus, Elijah e Rebekah a New Orleans fez bem a todos eles! Com uma boa trama que consegue juntar Bruxos, Vampiros e Lobisomens sem apelar pro romance, que existe, a torna ainda melhor. 

A trama começa quando Klaus é atraído para a cidade quando ouve rumores de que as bruxas estão tramando contra ele. Logo Klaus descobre que Hayley está gravida dele e que caso ele não ajude as bruxas a se libertarem de Marcel, o seu filho morrera. Durante o decorrer da série a direção dela foi mudando, porém ela nunca perdeu a qualidade e é a melhor da CW no momento. 

Eu estaria mentindo se eu dissesse que eu estava colocando alguma fé na série quando anunciada, principalmente por que eu odiava o personagem protagonista. No fim ela acabou sendo tão boa, ou melhor que The Vampire Diaries. Então vale a pena dar uma chance a série!  Nessa primeira metade de temporada ela mereceu estar aqui nesse top 10. 
____________________________________________________________________________


10. American Horror Story
 3ª Temporada
Por: Lara Gutierrez
Ao contrário de grande parte da audiência de American Horror Story, para mim essa temporada está impecável. Desde a trilha sonora arrepiante, com todo a politicagem a respeito de quem será a nova Suprema até a incrível qualidade do elenco, tanto dos já conhecidos - e queridos - por nós, como os novatos, tendo que ressaltar, com certeza, a gloriosa Kathy Bates.

Sem tentar avaliar fazendo comparações com a segunda temporada (obra-prima, apesar de eu não achar que Coven esteja devendo muito para Asylum), a temporada está magnífica da sua própria maneira, cheia de reviravoltas surpreendentes, em um momento você se vê torcendo brutalmente por um personagem, e no momento seguinte de repente tudo muda e você torce para o outro. No fim das contas, você se encontra naquelas raras situações em que simplesmente se apegou a todos os personagens da série.

Dando destaque para a cena final da midseason, foi algo de fato estupidamente cruel, emocionante, chocante e que deixou aquele gostinho de "PRECISO DE MAIS JÁ!", a direção e as atuações foram sensacionais e acredito que essa temporada vai ser fechada com chave de ouro.

Yuri Hollanda

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO