REVIEW: Bates Motel – “The Escape Artist": S02E05 / "Plunge": S02E06

Sinopse 2x05:
Norman confia a Cody um segredo de família. Dylan luta por sua vida, enquanto a guerra de Zane ganha maiores proporções. Norma faz um acordo com um homem misterioso para ajudar a impedir a estrada de desvio.
Sinopse 2x06:
Dylan será colocado em uma situação difícil. Um segredo começa a ser revelado ameaçando o relacionamento de Norma e Norman. Emma se deparará com uma situação muito perigosa.

Por imprevistos, excepcionalmente essa semana, a review de Bates Motel será dupla. Não tive tempo semana passada para fazer a review do morno 2x05, então hoje vou juntá-lo com o 2x06. Até porque não será tão difícil, visto que os acontecimentos desses dois episódios pouco interessantes. Bates Motel, infelizmente, saiu de um episódio INCRÍVEL que foi o 2x04, para entrar no que talvez tenha sido seus dois piores episódios.
Uma calmaria incessante, e um foco anormal e muito chato nesse romance adolescente, que de início, enquanto eram somente Bradley, Norman e talvez um pouquinho da Emma, era até legal, na medida certa e sem exageros. Mas agora, é um quadrado amoroso muito forçado e sem carisma, que não se encaixa na série. A única função do par insuportável de Norman, Cody, é mostrar os surtos do garoto, e introduzi-lo na vida sexual que tem um grande peso no futuro já conhecido de Norman Bates. Porém, o decorrer disso está tão ruim, que chega a ser desgostoso e decepcionante. 
Ver que Bates Motel está começando a se perder no clichê é tão triste...  e para nós, telespectadores, basta torcer para que a série não se corrompa. Ou sofrer vendo, porque não tem coragem de largar...

Bom, então, o episódio 5 foi totalmente centrado no "romance" (se é que podemos chamar essa forçação de barra, cenas chatas e sem sentido nenhum, somando com uma personagem nova sem carisma algum, de romance), Norman/Cody, e algumas cenas da Norma e o misterioso Nick Ford, com o plot do desvio. Olha, sei lá... essa temporada de Bates Motel está boa, mas não tem plot algum que me agrade 100%. 

O plot da Norma com o desvio já devia estar andando, e só fica nessa de "Oh, não se meta com Nick Ford, Norma, ele é perigoso", ou "Meu Deus o que será do meu Motel?", sabe? Já foram 6 episódios dessa mesma coisa! No início estava demais... mas sabe como é, tudo que é demais abusa. Começaram criando um suspense, mas esse suspense ficou tão repetitivo, que se tornou enfadonho.

O plot do Norman estava ótimo até o episódio 4, com aquele final de matar dele "se tornando" a Norma. Mas parece que os roteiristas esqueceram? Eu sei que tem que ser sutil... mas porque não focar na psicose dele, ao invés de encher linguiça com a Cody? Além de insuportável, ela é a personagem mais clichê do mundo. Eu sei que ela serve de desculpa para os surtos do Norman, o relacionamento sexual dele, e bla bla... mas podiam ter criado uma personagem mais legal de se assistir.

O plot do Dylan é uma montanha russa. Uma hora fica bom, outra, 2 minutos em tela são intragáveis. A atuação do Max Thieriot é a pior do trio principal, e as vezes chega a ofender. Mas é interessante a importância que estão dando para o Dylan, e colocando ele como o pivô de praticamente tudo que está acontecendo: ele agora é um espião da irmã do Zane, que está em guerra com o Romero, que está hospedado no Bates Motel, e que está começando a criar uma tensão sexual com a Norma.
 No final do episódio 5 ficamos sabendo que o tal "chefe" da maconha na verdade é uma mulher, e é a irmã do Zane! Foi muito bacana, mas eu esperava, sinceramente, uma personagem mais badass. Mas ao invés disso ela já foi pra cama com o Dylan, e, ironicamente, broxou tudo para os telespectadores. Mas pode ser que ele se tornando um espião dela para saber o que Zane anda fazendo dê em alguma coisa interessante. Vamos aguardar.

Como eu disse, o plot da Norma está surpreendentemente enfadonho e chato. Ela começou a cair na real que Nick Ford não é bem o caminho certo para seguir, mas parece que foi tarde demais, e ela já está metida nisso até o pescoço. Não foi nada explícito a respeito disso, claro, mas deu a entender pela leve conversa que os dois tiveram. Tensa, e de poucas palavras.
Enfim, agora ela ocupou um lugar no conselho da cidade, e espera que vá conseguir alguma coisa com isso, mas os que viram Psicose sabem que ela não conseguirá.

Quanto ao tal romance à quatro, tão repudiado por mim, que anda acontecendo na série, teve uma cena que "salvou", mas não compensou a merda toda que estão fazendo. Bom, a Emma e o Cupcake Boy (que insisto em não lembrar o nome), encontraram ~casualmente~ o Norman e a Cody se pegando na floresta, e resolveram fazer um encontro de casais. 
Olha, talvez a coisa que mais esteja me irritando nesse romance todo é esse timing perfeito que arranjaram pra esses quatro para mostrar que ainda vai rolar algo entre Norman e Emma. Durante toda essa temporada temos, uma conversa melosa do primeiro casal, e logo em seguida, uma conversa melosa do outro casal, e uma crise de ciúmes, ou leve tensão sexual entre Norman e Emma. Ok, isso foi legal, mas está insuportável. Essa temporada está errando demais em ficar repetindo as mesmas manobras.
Voltando ao assunto... a cena da crise de respiração da Emma foi legal, e em seguida o surto do Norman com a Cody foi mais bacana ainda. É ótimo ver o Freddie Highmore surtando. Ótimo mesmo, ele tem expressões geniais!

Quanto as referências necessárias à Psicose, no episódio 5 tivemos a Norma tendo uma conversa incrível com o Norman sobre garotas, falando que elas irão trair ele, e claro, tudo se remete ao ódio dele pelo sexo feminino que vemos na obra de Hitchcock. Acho que a primeira garota que VEREMOS Norman atacar será a Cody. E isso não pode demorar! Garanto que a Norma vai morrer daqui a, no máximo uma temporada, e isso tem que ser desenvolvido! Esse ódio, essa repugnância, esse desejo de matar garotas que o Norman terá em breve.
No episódio 6 temos uma referência mais sutil, mas que se encaixou bem na série. Uma conversa, novamente, entre mãe e filho, onde o Norman já está 50% sob o efeito da neurose, e diz para a mãe que sabe se cuidar, etc. A cena é carregada de uma tensão, cheguei a pensar que ele iria fazer alguma coisa com a Norma ali, mas adiaram...

Enfim, o episódio 6 termina com uma cena bacana do Norman jogando o pai da Cody de cima da escada, enquanto estava em um acesso de fúria por ela ter contado a Emma (e a mesma ter contado a Norma), que ele anda tendo apagões. O pai da Cody viu ele gritando com ela, e os dois saíram na porrada, até que o Norman conseguiu jogar ele da escada. Bom, é claro que isso vai resultar em algumas coisas, como, espero, o Norman sendo preso, acusado de assassinato, a Norma querendo fazer algo para acobertá-lo, e seu ódio pela Cody sendo carregado ainda mais. Vamos aguardar o próximo episódio!

• O flashback do Norman bebê e da Norma trancados num armário foi INCRÍVEL!!!
• Garanto que vão lamber a Cody por causa dessa revelação do pai dela maltratar ela... mereço!



Promo do próximo episódio:

Yuri Hollanda

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO