Resenha | Trono de Vidro (Trono de Vidro - Livro 1)

Título: Trono de Vidro
Título Original: Throne of Glass
Autor(a): Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Páginas: 392
Sinopse: Depois de cumprir um ano de trabalhos forçados nas minas de sal de Endovier por seus crimes, Celaena Sardothien, 18 anos, é arrastada diante do príncipe. Príncipe Dorian lhe oferece a liberdade sob uma condição: ela deve atuar como seu campeão em um concurso para encontrar o novo assassino real. Seus adversários são ladrões e assassinos, guerreiros de todo o império, cada um patrocinado por um membro do conselho do rei. Se ela vencer seus adversários em uma série de etapas eliminatórias servirá no reino durante três anos e em seguida terá sua liberdade concedida.


Esse livro sempre esteve na minha lista de leitura devido aos inúmeros elogios que ele recebeu da Regan, do PeruseProject. Ela gosta bastante de livros de fantasia e adorou esse, logo, me interessei pela leitura. Depois de um tempo, finalmente li “Trono de Vidro” e posso dizer que, mesmo com a expectativa altíssima, não me decepcionei.

No livro, acompanhamos Celaena, de 18 anos, que é a maior assassina do reino. Ela está presa há um ano nas Minas de Sal sendo escravizada. Ela fica nessa situação horrível até o dia em que é convidada a participar de um torneio como campeã do príncipe herdeiro. Ela teria que lutar com outros 23 participantes e, se saísse vitoriosa, serviria o Rei de Adarlan por quatro anos e depois estaria livre. Como não tem nada a perder, ela aceita a oferta.


O ponto “principal” da história é o torneio, porém a autora não fica presa somente a esse plot. Ela conseguiu balancear o desenrolar do torneio com outras tramas paralelas. O fato de o livro ser narrado em terceira pessoa ajudou nesse ponto. O maior destaque é dado à Celaena, mas vemos algumas cenas de outros pontos de vista, o que contribuiu  no desenvolvimento da trama e na construção do mistério ao qual somos apresentados.


A história me prendeu já no começo do livro. Logo quando somos apresentados à Celaena você já se apega à personagem, que é incrível. Ela é uma ótima protagonista e sabe “conduzir” a história. Celaena é uma personagem muito forte e que foi muito bem construída pela autora.


O livro tem um ritmo ótimo. A autora conseguiu introduzir o leitor à sociedade criada por ela sem deixar a narrativa muito parada. Ela soube também dar destaque na história para o que realmente merecia, e não enrolava muito com cenas desnecessárias.  Somando tudo isso com as cenas de luta e com os mistérios adicionados ao longo da história, temos um daqueles livros que você não consegue largar até termina-lo. 


Resumindo, o livro foi muito bem construído. Tudo ali estava na dosagem certa e o resultado final ficou ótimo. A autora soube desenvolver os personagens, dar um pontapé inicial no romance (que não é exagerado e meloso), além de inserir aos poucos os elementos fantásticos da série. Esses elementos não ganharam tanto destaque neste volume, mas, ao que tudo indica, serão mais desenvolvidos no decorrer da série.


Esse é o primeiro volume da série e têm mais cinco vindo por aí. A Galera Record, editora responsável pela publicação dos livros no Brasil, irá lançar o segundo livro, Coroa da Meia-Noite, em breve. O terceiro volume, The Heir of Fire, será lançado nos Estados Unidos em setembro.


Leitura mais do que recomendada. Ótima pedida para quem quer uma série de fantasia, com narrativa envolvente e com ótimos personagens.


Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO