Resenha | O Herói Perdido (Os Heróis do Olimpo - Livro 1)

Título: O Herói Perdido
Título Original: The Lost Hero
Autor(a): Rick Riordan
Editora: Instrínseca
Ano: 2011
Páginas: 440
 
Sinopse: Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianos com ainda mais aventuras, humor e mistério. Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia. 

Essa é a primeira parte do “especial” Os Heróis do Olimpo que acontecerá aqui no site. Nas próximas semanas, postarei as resenhas dos livros da série que ainda não foram resenhados aqui. Tudo isso em função do lançamento de O Sangue do Olimpo, quinto e último livro da série, que será lançado aqui no Brasil no dia 7 de outubro.

O Herói Perdido é o primeiro livro da série spin-off de Percy Jackson e os Olimpianos, e nos apresenta a novos semideuses Jason, Piper e Leo. Eles que são os protagonistas deste livro. A história começa com Jason acordando em um ônibus escolar, sem saber quem é, na companhia dos seus supostos melhores amigos.

Como todo mundo sabe, eles descobrem que são semideuses e acabam indo para o Acampamento Meio-Sangue. A partir daí, eles vivem altas aventuras, como de costume nos livros do Rick Riordan. Lá, ficamos sabendo que Percy está desaparecido. Então, como “background” para a trama de Jason, Piper e Leo, temos esse mistério envolvendo o cabeça de alga.

Quando comecei a ler essa série, lá na época do lançamento, eu tinha em mente de que não seria a mesma coisa que os livros anteriores, com personagens novos e tudo mais. Mas, apesar de ter gostado dos novos protagonistas, senti falta de Percy (que, como disse, está desaparecido), Annabeth (que mal aparece) e de Grover (que nem aparece). Talvez essa seja a minha principal ressalva com o livro.

Riordan soube construir bem seus protagonistas. Todos eles possuem mistérios dos seus passados, que só vão sendo revelados com o passar da história. Como disse, não é que eu tenha odiado os personagens. Eu até gostei deles. Leo é o mais legal dos três, sem dúvida. Adorei todo o sarcasmo dele.

O livro é narrado em terceira pessoa através dos pontos de vista dos três personagens. Assim como em todos os livros do autor, O Herói Perdido tem uma narrativa envolvente e é muito rápido de ser lido. Apesar de seguir aquela fórmula que Rick Riordan adora utilizar, em que temos uma missão impossível a ser cumprida em pouquíssimo tempo, o livro é bastante divertido.

Não sei se ainda existe alguém que ainda não tenha lido estes livros, mas fica aí a dica. Até semana que vem com a resenha de O Filho de Netuno!


Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO