Review | Once Upon a Time - A Tale of Two Sisters (S04E01)



Em um navio em meio a tempestade (que remeteu muito o primeiro episódio da terceira temporada), vemos os pais de Elsa e Anna em seus últimos momentos com vida e jogando no mar uma garrafa com uma carta dentro. 5 anos se passam e vemos as duas irmãs, Elsa e Anna, colocando flores no túmulo deles e falando sobre o preparamento para o casório de Anna. Elsa mostra que encontrou o vestido de casamento da mãe e o entrega a Anna junto a um colar. A química das duas atrizes, Georgina Haig e Elizabeth Lail, é ótima e parecem muito as irmãs do desenho. Nem tudo fica bem quando Elsa encontra um caderno falando que os pais tinham saído de Arendelle por causa dos poderes dela. Amei como toda vez que ela se sentia mal ou insegura começava a criar flocos de neve em volta de si, coisa que era contida por Anna sempre acolhedora e impulsiva. Ela sugere que Elsa visite Grand Pabbie para saber mais sobre a viagem dos pais.

Os efeitos visuais que deram vida ao personagem Grand Pabbie (com voz de John Rhy-Davies o Gimli de Senhor dos anéis) merecem parabéns e isso não é algo que dá para falar de 99% dos efeitos da série. A sintonia do mundo de frozen é um destaque a parte, dá para ver o empenho de manter a qualidade do longa que está enriquecendo a Disney e lamentar a falta de cuidado com outras propriedades da empresa que já passaram pela séria (estou olhando para vocês Rapunzel e Cinderella). É revelado que os pais delas iriam para um lugar chamado "Misty Heaven", que parece ser o apelido que os "arellendenses" deram a floresta encantada, e Anna decide que quer ir descobrir o que eles estavam procurando. Elsa tenta convencer Anna a não ir, mas é óbvio que ela vai sozinha à procura desse lugar, deixando Kristoff para cuidar de Elsa, que longe dela acaba congelando tudo. Quem roubou as cenas do Kristoff foi a a rena Sven, que graças a Deus não foi criada digitalmente (pra variar).

Já em Storybrooke vemos Elsa andando pela estrada assustada quando Soneca cai no sono e quase a atropela o que a faz congelar o carro. A verdade é que o melhor nessa cena foi relembrar que os anões tinham suas personalidades distintas e desde a primeira temporada não são bem retratadas. Enquanto isso Regina sai do restaurante da Grannys tentando não virar a "rainha má" novamente, coisa que é difícil já que Marian mal voltou e acusa ela de ser um monstro (com certa razão). Todo o arco de Regina no episódio foi o de manter o auto controle, mesmo que ela tenha feito uma maldade aqui e ali ao liberar Sidney do sanatório (que ele está preso a três temporadas!!!) e o colocando no espelho para o seu desespero! Foi ótimo ter Giancarlo Esposito de volta na série com toda loucura que ele sente pela Regina e disposto até a matar a Marian por ela, contrastando bem com a Regina da primeira temporada que aceitaria a oferta na hora. O que Regina pede é para ver o momento em que Marian foi capturada no passado e no final das contas ela não pareceu contente ao se ver fazendo o mal. 

Emma e Hook estão se movendo lentamente após terem tido toda uma finale dupla focada neles, mas já está cansando ver a Emma beijar ele e depois mandar ele pra escanteio. Ele vai atrás dela e percebe que ela parece estar com um pouco de vergonha dele... então o Leroy aparece, gritando, correndo e fofocando que foi atacado.. Ele devia ficar calado ja que foi ele o responsável por deixar o Soneca dirigir e quase atropelar uma pessoa! até a cara da Emma e Hook refletiu o que todo mundo que vê a série pensou do Zangado. Elsa fica assustada por ser perseguida e cria um monstro de gelo igual ao do desenho que só não mata Marian por que a Regina sai de trás de uma árvore(????) e o destrói, não sem dar uma tensão básica e deixar Marian pensar que iria morrer. Numa tentativa de homenagear Frozen, Emma visita Regina, que está sentada contra a porta, e promete devolver a ela um final feliz. A cena tinha tudo para ser ótima, entre tanto pareceu bastante forçada e foi uma das cenas que menos gostei no episódio.

Enquanto isso a melhor cena do episódio pra mim foi a homenagem feita a Bela e a Fera, com Rumplestiltskin dançando com Bela ao som da música tema do animado. A lua de mel dos dois também contou com outra homenagem a Disney, dessa vez ao longa Fantasia com o famoso chapéu mágico utilizado pelo mickey. O chapéu que pertence ao mago Yen Sid já havia aparecido antes na série dentro da sala do Rumple na Floresta Encantada, só que dessa vez ele aparece todo "mágico" e as estrelas nele parecem bem reais.. Fica a dúvida sobre quem a casa pertence! Aposto que seja do mago Yen Sid.. Se bem que tratando de Once Upon a Time não duvidaria que Mickey aparecesse na coisa toda.. Na verdade acho que só vão responder essa pergunta na segunda metade da temporada e gosto que tenham introduzido ainda no início, para que conecte mais as coisas. Rumple também visita o túmulo de Neal e promete (e cumpre) que vai fazer a troca da adaga falsa pela verdadeira na bolsa de Belle... Achei que deram fim rápido nessa história o que deve significar uma mudança do plano inicial que deviam ter no final da temporada passada.

A verdade é que esses 43 minutos que teve o início de temporada foi mais que bem utilizado e a cada cena algo de importante parecia ocorrer, o que infelizmente não pode ser dito da maioria da série. Os efeitos e direção no geral parecem melhores e a forma com que o roteiro dos criadores (Adam e Eddy) é bem dinâmico e mostra como eles já conhecem bem como cada ator vive os personagens. A segunda metade da temporada passada, tal como alguns episódios da primeira parte, colocou a série nos eixos e por mais que o quesito Frozen incomode a maioria, não pareceu forçado e em nenhum momento atrapalhou os personagens principais da série. A verdade é que Frozen em si já parece uma versão "Once Upon a Time" do conto original em que se inspirou "The Snow Queen" então faz sentido os criadores manterem tudo do filme intacto e utilizando as lacunas para mover  a trama... "de onde veio os poderes de Elsa?" "para onde os pais delas estavam indo?" tudo isso deve ser respondido e tudo indica que a própria personagem do conto original deve aparecer! E para finalizar ainda preciso dizer que tenho quase certeza que o escritor do livro que Regina quer encontrar deve ser exatamente o dono da casa onde Rumple ficou em sua lua de mel.. afinal,  nada é impossível nessa série! 

 

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO