Review | Supernatural - Black (S10E01)


Uma season premiere com vingança, bromance e karaokê. 



Depois do seu season finale desesperador, Supernatural retornou com sua décima temporada. A expectativa para o episódio era imensa, e a curiosidade para ver Dean como demônio, maior ainda. Sem falar em Cass e sua Graça (ou melhor, sem) e Sam descobrindo o que aconteceu com o irmão. Foi uma premiere com bastante coisa acontecendo, então vamos lá.

Logo na primeira cena da temporada, vemos Sam torturando um demônio para obter informações sobre o paradeiro de Crowley. Ele continua a sua busca, mesmo com o bilhete deixado por Dean: “Sammy, deixe-me ir”. Mesmo sabendo que fugir foi uma escolha do irmão, Sam ainda acredita que há algo de errado com ele, e culpa Crowley por isso.

Enquanto isso, finalmente, temos a primeira cena de Deanmon nessa temporada. E, nada mais apropriado, a cena se passar em um bar. Dean só quer saber de sexo, bebida e karaokê. (O que foi ele cantando “I’m too sexy for my love?").
Crowley está com Dean, mas apesar de toda a diversão que ele fala “The Misadventures of Crowley and Squirrel”, o Rei do Inferno teme sobre os efeitos da transformação em Dean, que continua com aqueles surtos da última temporada. Mesmo que já tenha virado demônio, Crowley o alerta de que a Marca deve consumi-lo cada vez mais. Ele ainda conta seus planos de construir um novo inferno, mas Dean não se mostra proposto a ajudar.

Castiel está doente devido ao fato de estar sem Graça. Hannah vai ao seu encontro em busca de ajuda. Ela precisa de alguém que coloque os anjos de volta na linha. Esse, basicamente, foi o plot de Castiel no episódio. Confesso que foi o mais chatinho. Mas vamos aguardar e ver o que esta temporada guarda para ele.

Sam fica sabendo de um assassinato em uma loja de conveniências e vai investigar. Para sua surpresa, o assassino em questão é Dean. É através das câmeras de vigilância que ele descobre que o seu irmão virou um demônio. Com o celular do morto, ele consegue falar com Crowley, que diz que Dean está feliz e que agora, eles são melhores amigos. Mas, Sam não desiste do irmão e jura que vai encontrá-lo, como já era de se esperar.

Quando tudo aparentava estar “tranquilo”, quando você pensava que nada mais iria acontecer no episódio, Sam é sequestrado. Um misterioso caçador, que está atrás de Dean para se vingar, captura o Winchester mais novo. O sequestrador liga para Dean para atraí-lo. Até aí tudo bem. Só que ele não contava com a “nova versão” de Dean, que, aparentemente, não liga para o irmão. “O que quer que aconteça com ele, é problema dele”. E pronto, o episódio termina aí. Como faz para aguentar até semana que vem?

Como falei antes, essa premiere teve bastante coisa acontecendo. Em minha opinião, o episódio cumpriu muito bem o papel de abrir a temporada. Foram apresentados vários plots que serão desenvolvidos ao longo dos episódios e, pelo que pudemos ver, a temporada promete! Deixe aí nos comentários o que achou do retorno de Supernatural.


Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO