TOP 10 | Os Filmes de Terror Mais Marcantes do Cinema

Hoje, dia 31 de outubro, se comemora um importante feriado muito comum lá fora, o Halloween. E nós do Estante Nerd resolvemos deixar a nossa homenagem à esse feriado tão marcante para a cultura pop, fazendo uma lista dos 10 filmes de terror mais marcantes do cinema, já que este é um gênero bastante diversificado no que se refere à termos cinematográficos. Nesta lista também estão filmes que contribuíram não só para o gênero terror, mas também para a história do cinema.


10. A Morte do Demônio (2013)
A Morte do Demônio é um daqueles filmes que deixa qualquer fã de filmes de terror satisfeito, pois em seu conteúdo encontramos bons sustos, uma boa trama e uma qualidade técnica impecável. Obviamente estou citando o remake lançado no ano passado, pois a franquia original é extremamente criticada pelos fãs. 

9. Invocação do Mal (2013) 
Invocação do Mal entra para o quadro de um dos melhores filmes de terror por ser um dos que inovaram em sua formação depois de muitos "mais do mesmo" de Hollywood. O filme consegue cumprir sua promessa como filme de terror no maior do quesito, que seria assustar, e ainda ter uma boa história a ser contada. Quem não se assusta e se comove com a história da família atormentada pelo espírito que toma conta da mãe deles? Filme incrível, e que teve o merecido sucesso, que resultou em um spin-off, "Annabelle", que não foi tão bem aceito assim pela crítica. 

8. O Chamado (2002) 
Samara Morgan aterrorizou muita gente na primeira década dos anos 2000. O competente diretor Gore Verbinski foi o responsável por fazer o remake hollywoodiano da história dessa menina que, na época, já era muito famosa no Japão. Ele conseguiu. A história da fita VHS que mata em 7 dias quem a assiste foi um sucesso de público e crítica; e além disso, abriu espaço para um novo e fresco mercado de filmes de terror – o oriental. Com uma atmosfera sombria e a atuação da sempre excelente Naomi Watts, O Chamado tem lugar cativo no hall dos suspenses modernos e também dos ótimos remakes.

7. Premonição - Saga (2000-2011)
Premonição marcou os anos 2000 ao surpreender com uma proposta diferente – e inovadora: e se o vilão do filme não fosse um fantasma vingativo ou um serial killer, e sim a própria morte? A história criada por Jeffrey Reddick pode ser vista até como uma questão metafísica: a morte é uma força que você não consegue controlar – ou evitar. Quando a sua hora chega, não há nada a fazer... Ela controla o espaço a sua volta e vai levá-lo, independente da circunstância ou de onde você estiver. E isso é bem mais assustador, não?

6. Pânico - Saga (1996-2011)
A saga Slasher de Wes Craven não é apenas um marco do gênero de terror jovem, é um marco dos anos 90. A metalinguagem e a sátira existentes nos filmes do Ghostface é inteligente, e ao mesmo tempo que debate o cinema, tira sarro dos filmes do gênero e seus clichês. Pânico é uma série pensada para quem é apaixonado por filmes de terror – e acima de tudo, por cinema.

5. Carrie, A Estranha (1976)
Carrie é um dos grandes clássicos do terror. Tanto o livro quanto o filme. A história criada por Stephen King é conhecida até mesmo por quem nunca leu ou viu a obra. Tendo uma temática bastante atual, Carrie conta a história desta garota, filha de uma mãe bastante religiosa, que sofre bullying na escola e é tida como estranha. A garota desenvolve poderes telecinéticos e destrói não apenas o colégio, mas a cidade inteira. 


4. A Bruxa de Blair (1999)
Esse com certeza foi um filme que inovou no gênero terror, pois foi o primeiro a fazer uso da câmera-mão. Pode-se observar então que o orçamento não foi dos mais caros, mas esse dinheiro foi compensado com o que foi arrecadado nos cinemas, já que o filme gerou bastante polêmica na época de seu lançamento. Marcou presença no cinema de terror! 

3. Psicose (1960) 
Dirigido pelo consagrado Alfred Hitchcock, Psicose chegou aos cinemas com muita dificuldade. Mas quando chegou, chegou para ser lembrado por muitas gerações. O filme trouxe inúmeras referências para filmes de terror mais recentes pudessem ser baseados neste, possuindo nenhum elemento sobrenatural, e sim um simples homem atormentado, que ao decorrer da trama se mostra muito mais do que isso. Além disso, Psicose traz uma das cenas mais marcantes do cinema, que é a cena do assassinato no chuveiro.

2. O Iluminado (1980) 
Considerado um dos maiores clássicos do terror mundial, a adaptação do best-seller de Stephen King é quase que uma unanimidade entre os fãs da sétima arte (apesar de desaprovado pelo autor), Stanley Kubrick apresenta uma visão muito pessoal do livro, fugindo um pouco da história original, porém consagrada por si próprio como filme. Com diversas cenas e falas clássicas e repetidas até hoje, o longa oitentista ficou no imaginário dos apreciadores do gênero, com suas inesquecíveis gêmeas e as caras e bocas insanas de Jack Torrance, eternizado pelo excelente Jack Nicholson. 

1. O Exorcista (1974) 
É inegável e incomensurável o legado de O Exorcista não só para o cinema de gênero, mas para o cinema em si. William Friedkin criou, há 40 anos atrás, um épico do terror que transcende os limites do medo, da religião e do horror, e que ainda nos assombra até hoje. A direção firme – praticamente impecável – juntamente com atuações e direção de arte soberbas que colocam nossos sentidos à prova quadro a quadro, fazem de O Exorcista uma aula de cinema que não envelhece 


Enrico Scafutto

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO