Review | Supernatural - Girls, Girls, Girls (S10E07)


A nova inimiga dos Winchesters dá o ar da sua graça.




Esse foi um episódio que eu esperava que fosse ser somente mais um filler com foco na comédia, mas que me surpreendeu. E muito. Teve resolução de plots em aberto, inserção da nova vilã da temporada e uma revelação no final que me deixou desmaiado.

E quem diria que o tinder, ou qualquer outro aplicativo de namoro, desencadearia um episódio tão bom quanto esse? Através do app, Dean arruma um encontro. O que ele não sabia, é que a pretendente era “funcionária” de um demônio, que pega a alma dos clientes como pagamento. Os irmãos descobrem que o tal demônio é dono de um bordel e que aquela é apenas uma de suas garotas. 

Lembram da misteriosa ruiva que apareceu no final de Soul Survivor? Ela é uma bruxa e seu nome é Rowena. Logo no início do episódio, vemos ela chegando no tal bordel. Ela resgata duas garotas, com a intenção de montar seu próprio coven, como descobrimos mais tarde. A bruxa mostra um pouco do seu poder matando um dos demônios que estava tomando conta do lugar. (A senhora é destruidora, viu?) Rowena continua dando amostras de seu poder por restaurantes e hotéis, e é assim que os Winchesters chegam até ela.

Os dois a encontram no mesmo tempo em que dois capangas de Crowley o fazem. Dean vai atrás de Rowena, mas é obrigado a deixá-la escapar. O jogo de gato e rato ficou completo quando Cole, que quer se vingar de Dean pela morte de seu pai, encurrala o Winchester mais velho bem na hora em que ele estava com Rowena na mira. 

Após lutar com Cole, Dean o convence a largar a vingança e voltar para sua família. Por um momento, pensei que Dean fosse matá-lo a sangue frio. Mas, ainda bem que deixaram essa história de Marca de Caim de lado, por enquanto. Já tinha muito plot nesse episódio.

Rowena fugiu, mas não ficou livre por muito tempo. Quando pensávamos que o episódio tinha acabado, descobrimos que Crowley a capturou e a mantém como prisioneira.  Os roteiristas, não satisfeitos, não terminaram aí. Crowley é filho de Rowena. F-I-L-H-O. Mal posso esperar para ver como isso vai ser desenvolvido.

Gostei bastante da Rowena, e estou bastante curioso para ver como ela crescerá ao longo da temporada. Adorei esse jeito dela, meio instável, dando a impressão de que irá surtar a qualquer momento. Me agradou também todo o deboche dela. Acho que ela ainda não é uma ameaça tão grande, mas espero que eles a desenvolvam de forma a torná-la um desafio para os Winchesters.  

E você, o que achou do episódio? Comente!

PS: O plot da Hannah e do Castiel foi o mais fraquinho, mas foi um final digno para ela. Quem sabe agora o Cass foque na história de sua graça. (E que ele não decida desistir da missão e sair do corpo do Jimmy).


Promo do próximo episódio (Xerife Mills!):

Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO