Review | Hannibal - Secondo (S03E03)

Sinopse: 
Will ganha um potencial aliado, enquanto viaja para a casa de infância de Hannibal, na Lituânia. Enquanto isso, Jack chega na Itália e espera evitar a tragédia, encontrando Will. Ao mesmo tempo, Bedelia dá a Hannibal um aviso.

Nesse terceiro episódio, podemos dizer que a história da uma parada para que possamos conhecer melhor o passado de Hannibal, de certa forma, enquanto Jack Crawford surge pela primeira vez na temporada. Enquanto esse episódio prepara a trama para atingir seu pico em breve, nos entremos com novos e velhos personagens. 

Depois do (quase) encontro de Will e Hannibal, Bedelia se interessa em saber como isso pode ter atingido Hannibal, ele parece feliz por Will ter ido atrás dele, de sua isca ter sido efetiva em atraí-lo. Bedelia fala de como o “amor” de Hannibal por Will pode estar o tornando vulnerável, e assim ele acabará preso, nos podemos entender isso como um aviso ou uma forma de manipular Hannibal, porém é difícil entender as motivações de Bedelia. Ela deveria estar querendo se livrar de Hannibal o mais rápido possível, porem continua sendo a terapeuta de Hannibal, talvez ela faça isso porque é assim que ele espera que ela se comporte e seria a única maneira de continuar sendo relevante para ele, já que se ele perder o interesse é provável que a mate.

E então vamos a Will, que como Hannibal diz, foi para onde Hannibal passou sua infância. Mas antes de falar disso, acho que vale a pena ressaltar que esse episódio tem as piores transições de cena da série toda, começando com a transição entre Hannibal e Will, com o rosto se transformando em outro e então Will saindo da Capela e tudo virando sangue... ruim demais. Visualmente desnecessário e meio que me deixa com raiva já que a série em si é muito bem feita, esse episódio não foi um dos melhores nesse quesito.

Mas enfim, Hannibal vai para a Lituânia atrás do passado de Hannibal. Então conhecemos a casa em que ele nasceu e morou com a irmã mais nova, Mischa. Como já foi mostrado em outros episódios da série, Mischa é uma parte muito importante da vida de Hannibal, ela é a última parte boa que ele tinha em si, e quando morreu ele finalmente se tornou o que ele é hoje. A questão da morte de Mischa é o centro do episódio, já que Will vai até lá para descobrir mais sobre o assunto, entender o que o lar de Hannibal poder ter influenciado na sua personalidade.

Observando o lugar, Will avista uma mulher caçando e então a segue até a casa. Ela toma conta da casa de Hannibal e também de seu prisioneiro, não fica claro quem é personagem ou a ligação que ela tem com Hannibal, porem ela provavelmente deve ter ligação com Lady Murasaki, a esposa do tio de Hannibal que o adotou após a morte de seus familiares durante a segunda guerra. 

Depois de mais uma transição de cena cafona, vemos Hannibal preparar uma refeição, o que sempre é uma cena linda de se ver. O convidado dessa vez é Professor Sogliato, que desde o começo não parece ser a pessoa preferida de Hannibal em Florença. Essa é sem duvida uma das melhores cenas do episódio, a expressão no rosto de Bedelia quando Hannibal explica o drink que ele está servindo é ótima, e então ele enfia o picador de gelo na cabeça de Sogliato, a surpreendendo. A cena toda é bem bizarra, a forma com que os dois continuam conversando calmamente enquanto Sogliato sangra em cima da mesa é incrível. E fica claro que Hannibal está mesmo querendo ser pego, ou pelo menos que o achem em Florença.

E então temos, finalmente, Jack Crawford. Vivo e querendo muito achar Will. Ele provavelmente ainda se sente culpado por ter deixando Will se tornar tão instável enquanto trabalhava para ele. O dialogo entre ele e Pazzi é interessante, os dois tem a mesmo nível de autoridade, eu imagino, e os dois estão procurando Hannibal, a troca de conhecimento é clara.

E de volta a Lituania, Will é aterrorizado, de leve, pelo Wendigo. Ele continua a examinar o local, e acaba sendo descoberto pela mulher que estava seguindo. Enquanto os dois conversam vamos entendendo melhor do que isso tudo se trata. Ela mantem o homem preso, ele é o acusado de ter matado e comido Mischa, o motivo dela o manter prisioneiro era para que Hannibal não o matasse. Finalmente ela se apresenta como Chiyo, porém sua conexão com Hannibal ainda é desconhecida, levamos a entender que ela e Hannibal eram amigos durante a infância ou coisa assim.

Em uma transição de cena melhor do que as anteriores, vamos a mais um jantar dado por Hannibal, dessa vez ele serve os pulmões de Sogliato (eu imagino) a dois outros professores que também trabalham no Palazzio Capponi, a cena é linda também, a música clássica tocando no fundo enquanto os dois saboreiam o pulmão é brilhante. E então temos mais uma transição ruim, voltando para Lituania e para a conversa entre Will e Chiyo. Os dois falam de como Mischa morreu, e do porque de Will estar ali a procura de Hannibal, enquanto os dois conversam Chiyo parece começar a confiar em Will, ele parece manipula-la facilmente na minha opinião. 

Voltando para Florença, temos uma bela cena de Hannibal dando banho em Bedelia, o que evidencia ainda mais a estranheza da relação que os dois levam, não é sexual, porem os dois parecem ser muito íntimos. Uma coisa é certa, eles nunca param de se analisar. 

Will decide soltar o prisioneiro de Chiyo, o homem que Hannibal culpou pela morte de Mischa, porém ele acaba voltando para sua cela e ataca Chiyo, fazendo com que ela tenha que mata-lo por mais que não desejasse faze-lo. Eu gosto de pensar que não era essa a intensão de Will quando o soltou, e sim apenas fazer Hannibal perder algo que tinha guardado a tanto tempo, porém ele parece bem confortável com a situação. A cena serve bem para mostrar o quando Will está mais sombrio, como tudo que aconteceu com ele o mudou. 

Ele acaba por conseguir que Chiyo confie plenamente nele, já que ela decide o ajudar a encontrar Hannibal. Achei um tanto quanto estranho Will deixar o corpo do prisioneiro da maneira como o deixou, uma mensagem para Hannibal, porém um tanto quanto doentio para meu gosto. Mas Will já passou dos limites tem um tempo então vou apenas aceitar isso. Enquanto isso Hannibal e Bedelia chegam a conclusão de que a única forma de Hannibal se libertar de Will é comendo-o.

E com esse final bem significante terminamos o episódio, que foi um tanto devagar, mas bom de qualquer forma. Sinto que as coisas estão sendo levadas bem lentamente, esse foi apenas o terceiro episódio, entretanto sinto que está se arrastando um pouco, mesmo que de maneira bem interessante. Também estão faltando explicações sobre Mischa e Chiyo, sei que o episódio deixa a entender que Hannibal matou e comeu sua irmã, mas seria bem interessante saber mais sobre o assunto. A série sempre deixou muito no ar, e isso faz parte do charme dela, mas existem assuntos que precisam de um pouco mais de explicação, podemos imaginar sobre as motivações dos personagens, mas é bom ter algo concreto para poder começar a divagar sobre.


Promo do próximo episódio:

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO