Resenha | Herdeira do Fogo (Trono de Vidro - Livro 3)

Título: Herdeira da Fogo
Título Original:  Heir of Fire

Autor(a): Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 518
Sinopse: Celaena ressurge das cinzas ainda mais forte e letal. E parte em uma jornada em busca de uma obscura verdade: uma informação sobre sua herança e seus antepassados que pode mudar sua vida e o futuro de dois reinos para sempre. Enquanto isso, forças sinistras começam a despontar no horizonte e têm planos malignos para dominar o seu mundo. Agora, depende de Celaena encontrar coragem para enfrentar tais perigos, além de seus próprios demônios, e fazer a escolha mais difícil da sua vida.

Confira as resenhas dos primeiros volumes da série, Trono de Vidro e Coroa da Meia-Noite. Conheça também a coletânea de contos prelúdio da série, A Lâmina da Assassina.

Ultimamente, não é qualquer livro de fantasia que consegue ter uma boa história, bons personagens e, ainda por cima, uma boa escrita. No âmbito dos livros Young adult (YA), a série Trono de Vidro é, definitivamente, uma das melhores que estão sendo lançadas. Por apresentar uma trama diferente e por ser muito bem escrita, ela se destaca entre muitos livros que trazem mais do mesmo. 

Após a revelação bombástica do final do segundo livro, começamos Herdeira do Fogo com um cenário totalmente diferente. Aqui, acompanhamos, através de capítulos narradas em terceira pessoa, diferentes personagens em três núcleos diferentes. 

Como já percebemos nesses três primeiros volumes, a autora não tem medo de grandes reviravoltas na trama. Isso é ótimo, pois é uma garantia de que a história não ficará monótona e sempre surpreenderá o leitor. O melhor disso tudo é que as viradas não são por acaso. Ao longo da leitura, fica claro que aquilo já foi pensado há bastante tempo pela autora. Isso dá gosto, afinal, sempre é bom ler uma história bem planejada. 

A magia, que vinha sendo “economizada” nos últimos volumes, sempre deixando aquele gostinho de quero mais, aqui, é o ponto principal da trama. Finalmente entendemos melhor como esse sistema mágico funciona e vemos bastante dele no decorrer do terceiro volume. 

O que eu sempre elogio nas resenhas dessa série é o quão Celaena é boa como protagonista. Uma personagem forte de verdade. Diferente de muitas heroínas da literatura jovem adulta que tentam ser fortes, mas não convencem. 

Só tenho elogios para essa série. São livros envolventes, que te fazem torcer pelos personagens, e que prendem a atenção logo de cara. Mesmo nas partes explicativas, as quais a autora sabe tornar tão interessantes quanto as sequências de ação. Só preciso frisar mais uma vez que essa é, entre as séries de fantasia YA que estão sendo lançadas, a melhor. 


Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO