Review | Fear The Walking Dead - Pilot


Enfim foi lançado o esperado primeiro capítulo da série derivada do estrondoso sucesso dos últimos anos, 'The Walking Dead'. Iniciemos esse review analisando a cena de abertura, ela representou, para mim, uma transição da série original para o ‘prequel’. Quando começa vemos aquele espaço abanado, o personagem sujo, que quando percebe o zumbi presente sai correndo para uma rua que parecia inóspita, o que lembra de fato a maioria dos cenários criados no original. No entanto, uma moto passa por trás de Nick (Frank Dillane) e depois ele é atropelado, revelando que na verdade está numa cidade povoada e que vive normalmente, nós trazendo para a proposta da nova produção.

Ainda sobre a cena de abertura, temos, uma coincidência (será?!), as duas séries “começam” com um dos protagonistas acordando. Para ficar ainda melhor, seus nomes são até bem parecidos Rick e Nick (dava até pra fazer uma dupla sertaneja).


Depois disso, somos absorvidos pela vida cotidiana da população: Trabalhar, estudar e visitar o filho com problemas com drogas e que diz ter visto uma garota devorar pessoas numa igreja abandonada (sempre acontece!). Principalmente, claro, o dia-a-dia da família protagonista da produção Travis (Cliff Curtis), sua namorada Madison (Kim Dickens) que é mãe de Nick e de Alicia (Alycia Debnam-Carey).

Muitos consideraram o episódio meio morno, com pouca emoção. Particularmente, achei o contrário, rápido demais, mas se levarmos em consideração que serão apenas 6 episódios nessa primeira temporada, considerei o desenvolvimento acertado. No entanto gostaria de ver mais a atuação de personagens que estão à frente das operações e não só correria e sobrevivência, afinal já tivemos 5 boas doses disso com TWD.

Tudo que o produtor Robert Kirkman comentou sobre a série (que você pode ver clicando AQUI), antes de sua estreia, esteve presente já nesse primeiro capítulo. As notícias perdidas e desacreditadas, como foi possível observar quando o próprio Nick e o jovem Tobias foram totalmente desacreditados quando se referiram aos acontecimentos estranhos que estavam assolando Los Angeles, assim como a descoberta de que todos estão infectados, tudo bem, eles ainda não constataram isso, mais foi possível observar acontecendo diante de seus próprios olhos com a transformação de Calvin.

Algo interessante que observei durante o episódio e credito aos diretores é a ambientação criada, mesmo com tudo parecendo normal, onde são mostrados diversos momentos cotidianos, ao fundo é possível ouvir em diversas cenas sirenes e helicópteros, mostrando que há uma movimentação das autoridades, não sendo surpresa, portanto, o que ocorre na cena em que se originaria o primeiro vídeo com um zumbi. Além das conversar paralelas que são realizadas em algumas tomadas, sobre os boatos do que estaria acontecendo e possíveis causas e por fim, o sumiço de alguns alunos que começaram a faltar as aulas.

Mesmo com todo um universo criado em 5 temporadas de The Walking Dead, sua 'prequel' conseguiu criar um clima surpreendente e bem intenso de incertezas, medo e suspense. Onde, mesmo já não sendo mais surpresa vermos ataques de zumbis, foi como se realmente não soubéssemos o que viria a acontecer, como se nunca antes tivéssemos visto algo do tipo. Uma brincadeira com isso, foi a cena do diretor da escola onde Travis e Madison trabalham, Madison chega na porta da sala e o vê sentado de costas, imóvel, todos esperamos, instintivamente, que ele se vire e passe a correr em busca de morde-la, mas o que ocorre é que ele estava simplesmente escutando a aula dos outros professores para elaborar uma avaliação das mesmas.




E vocês, o que acharam desse primeiro episódio? Eu já estou ansioso pelo próximo e pelo desenrolar dessa nova série. Acompanhe aqui as reviews de todos os episódios e até semana que vem! 





Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO