EstanteComics | Kick-Ass

“Não ficaria surpreso se isso acontecesse na vida real.” Esse foi o pensamento que tive quando entrei em contato com a história de Kick-Ass. A HQ acompanha um adolescente fã de quadrinhos que decide fazer a diferença  se tornando um vigilante. Afinal, se o Bruce Wayne, que não tem poderes especiais, consegue, por que não eu? 

Dave decide vestir sua fantasia e, apesar de não ter a habilidade e o porte físico necessários, sai pela cidade ajudando as pessoas indefesas. Ele fica conhecido  quando alguém o grava levando uma surra. O vídeo se torna viral e é assim que nasce a fama do Kick-Ass. 

Só por isso a HQ já vale ser lida. É demais ver como um adolescente normal se sairia como um herói. Passando por perrengues que os vigilantes “de verdade” das histórias da Marvel e da DC não passam. Esse “toque de realidade” é demais. 


Tudo parece ser só uma brincadeira, mas Dave se mete em problemas de verdade. Encontra gente que realmente faz o mal. E pessoas que são vigilantes de verdade. E é aí que entra a incrível Hit-Girl. Criada para saber se defender e ser, de fato, uma vigilante, a menina toca o terror.  As ameaças enfrentadas por eles são realmente perigosas e o sangue corre solto. 

A história de Kick-Ass é contada em três volumes. Todos os encadernados já foram lançados no Brasil pela Panini. Os desdobramentos feitos em cada volume foram bem pensados. Cada um apresenta os personagens em novas situações e tramas interessantes, que conseguem prender o leitor no seu decorrer. 

Kick-Ass é uma ótima pedida para quem quer ler mais HQs mas não sabe por onde começar, ou não quer ter que ler muitos volumes para ficar em dia ou finalizar. São somente três encadernados, com cerca de 200 páginas, divertidíssimos e com uma ótima história. Feita para quem gosta de HQs.

Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO