Review | Supernatural - Form and Void (S11E02)

"Me alimente"




Bebê do mal, Sam infectado, Castiel refém e Padre Crowley. Basicamente, é isso que vimos no segundo episódio da décima primeira temporada de Supernatural. Os irmãos continuam em locais diferentes. Enquanto Sam continua na luta para achar uma cura para sua condição, Dean acaba voltando para ajudar Jenna, que está tendo problemas com a bebê Amara. 

O plot de Sam teve um grande avanço. Ele captura um homem que também está infectado com o objetivo de saber mais sobre esse vírus.  Mais uma vez, Supernatural vem com a resolução de um problema logo no início da temporada. Sam descobre que a cura está no óleo sagrado. Ele consegue tirar a infecção de seu corpo,  porém resta saber se isso é definitivo. 

Enquanto isso, Dean vai ajudar Jenna. Na cena mais creepy do episódio, a jovem Amara arruma uma forma um pouco fora do normal para um bebê de dizer que está com fome. Após arremessar os brinquedos na parede, ela come a alma de Jenna, que acaba matando sua mãe e fica louca da cabeça. Eu ainda não estava preparado para um bebê evil. 

Para piorar a situação, Crowley chega até a menina antes de Dean. Sim, nesse meio tempo ela virou menina. Amara acaba morrendo pelas mãos do Rei do Inferno, que, no final do episódio, consegue convencer Amara a ir com ele. Tem como sair algo bom disso?

Castiel estava preso nas mãos daqueles anjos e encontra uma figura familiar. Hannah retorna em um novo corpo, porém não dura até o fim do episódio. Cass consegue fugir de seus captores, que o estavam usando para chegar até Dean e Sam. 


Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO