Crítica | Deadpool


Um dos super heróis mais queridos da franquia Marvel finalmente ganhou seu próprio filme (que por sinal o projeto custou a entrar em desenvolvimento). O longa, com Ryan Reynolds vivendo o personagem-título, conta a história de um mercenário que descobre ter câncer em diversas partes de seu corpo, e por isso é convidado a participar de um procedimento que lhe garante curar do câncer. O resultado garante um poder de regeneração, porém deixa seu rosto completamente deformado. 

O que o espectador precisa ter em mente antes de assistir Deadpool é que se trata de um filme extremamente polêmico. Sim, pois o super herói revela o lado mais "adulto" da Marvel, ou seja, o personagem é desbocado, fala sobre sexo em boa parte do tempo, e principalmente, usa o recurso da metalinguagem (tem consciência de que está em um filme e conversa com os espectadores). Esse talvez seja o maior ponto do filme, que é muito bem trabalhado e garante muitas cenas hilárias e que fazem do longa extremamente divertido. Piadas envolvendo inúmeros sucessos do cinema, como Busca Implacável, Blade, e até com a franquia X-Men conseguem transmitir a essência do universo do super herói, 

O trabalho de Tim Miller na direção é o principal responsável pelo equilíbrio ação-comédia. Se por um lado temos um grande número de piadas, do outro temos também excelentes cenas de ação que são extremamente violentas e muito bem construídas. A trilha sonora também é um fato que merece destaque, contribuindo mais ainda para a montagem das cenas. 
As atuações são ótimas, principalmente a de Reynolds, que ultimamente estava com sua carreira em declínio, mas felizmente entregou um personagem completamente caricato. 

Talvez um dos problemas do filme seja a duração, pois em alguns momentos a trama fica um pouco corrida e alguns fatos poderiam ter sido mais explorados. Além disso, quem for assistir ao filme sem estar envolvido diretamente com a cultura pop possa não entender algumas referências. 
Entretanto, Deadpool mostra-se como mais um ótimo trabalho do estúdio Marvel-Fox, A continuação já foi confirmada e tudo o que nos resta é esperar para ver o destino do mercenário tagarela nos cinemas.

PS: A cena pós-créditos é uma das melhores da Marvel até agora, ri muito! E é importante dar esse aviso pois ela acontece após TODOS os créditos finais, portanto é necessário ter muita paciência.



Enrico Scafutto

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO