Review | Supernatural - Beyond the Mat (S11E15)


Após elogiar os fillers de Supernatural  e sua capacidade de apresentar histórias aleatórias mas que não chegam a ser um desperdício de quarenta minutos, eis que a série quebra esse ritmo. O episódio dessa semana serviu para trazer cenas divertidíssimas e me fazer rir, mas o caso mostrado foi bem mais  ou menos.

O objetivo aqui, claramente, foi fazer um episódio em que o ponto principal seria a comédia. Até aí, tudo bem. Mas a trama fraca criada quase chegou a não ser o suficiente para evitar que o episódio fosse uma perda total de tempo. 

As mortes da vez cercam lutadores de luta livre, dos quais Dean nutre uma idolatria. Na infância, John levava os dois filhos para ver as brigas no ringue. O que teve de legal nesse episódio se resume a isso. Os ataques de fangirl de Dean quando viu Gunnar Lawless e durante a luta em si. É sempre bom poder vê-los dando vazão para toda essa zoeira. Mas, isso não é o suficiente para render um bom episódio. 

Porém, querendo ou não, Supernatural já está em um fase onde isso é normal. Apesar do bom desempenho dos últimos fillers, não é surpresa para ninguém que algo como isso poderia acontecer. Já aconteceu, não é verdade?

Entrando em um hiato de um mês, a série já se encaminha para os oito episódios finais da temporada. A ausência da Escuridão nas última semanas deve significar que vem treta por aí. Vamos acompanhar?

E você, também achou o episódio fraco? Como você acha que vai ser o desenrolar dessa reta final? Comente!

Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO