Resenha + Discussão | Dama da Meia-Noite (Os Artifícios das Trevas #1)

Título: Dama da Meia-Noite
Título Original:  Lady Midnight
Autor(a): Cassandra Clare
Editora:  Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 554
Sinopse: Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança – e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas … antes que o assassino coloque eles na mira.

Confira as resenhas dos outros livros da autora.


A cada livro da Cassandra Clare que pego para ler, é inegável a evolução dela como escritora. O planejamento criado para todo o universo dos Caçadores de Sombras e as interligações bem feitas entre suas séries dão ainda mais gosto à leitura. Dama da Meia-Noite inicia a nova trilogia desse universo, Os Artifícios das Trevas, e segue com a qualidade entregue pela autora.

Aqui acompanhamos Emma e Julian, que são parabatai e já nos foram apresentados em Cidade do Fogo Celestial. Os dois são bons personagens, bons protagonistas e, no conjunto da obra, fazem um bom grupo com todo o núcleo do Instituto de Los Angeles.
A autora consegue te levar pelas páginas a ponto de você não perceber o andar da trama. Quando nota, a história já avançou e inúmeras coisas aconteceram.

Todas as tramas apresentadas são bem completas e densas, fazendo com que o resultado final seja um livro intrigante, cheio de mistérios e com vários plots paralelos interessantes além do problema principal que os personagens têm que resolver.

A trama é boa, a forma como a autora a conta, também e todo esse universo dos Caçadores de Sombras faz muito sentido. Tudo ali tem um propósito, fazendo com que durante a leitura você suspeite de qualquer aparição. Afinal, esse “figurante” pode ser um personagem importante no futuro ou algum já conhecido das outras séries.

O único ponto negativo do livro foi a insistência da autora em um plot que, tem suas adaptações em relação ao outro, mas que já é conhecido de seus livros. Foi desnecessária a inclusão de mais esse drama na história.

Dama da Meia-Noite se mostrou uma ótima abertura de série, que faz jus aos livros anteriores e abre inúmeros caminhos para as outras trilogias que a autora lançará.

                                                          

INÍCIO DOS SPOILERS

O tal ponto desnecessário do qual me referi anteriormente foi o romance entre Emma e Julian. Adorei a relação deles como parabatai e foi interessante ver protagonistas com esse laço. E foi diferente dos já vistos, como Alec e Jace e Jem e Will. Mas para quê fazer os dois se apaixonarem? A trama teria andado muito bem sem esse romance. Por qual motivo um livro jovem adulto não pode ter uma protagonista que não tenha como um de seus problemas uma paixão?


De resto, o livro me agradou muito. Adorei o clima que a autora criou ao inserir vários personagens suspeitos ao longo da história. Não consegui confiar em Diego e Mark até o fim. Ainda mais sabendo que algum personagem seria traidor. Acabou sendo Malcolm, para o qual eu nem dava bola. 

O que vocês acharam da nova série? Gostaram do plot? Acharam legal o romance? Comente!



Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO