Review | Supernatural - Hell's Angel (S11E18)

Supernatural entra na reta final da temporada com tudo

Eu sempre me surpreendo  com a capacidade que Supernatural tem de criar objetos  únicos com poderes extraordinários que conseguem derrotar o inimigo da vez. Foi assim com a faca que matava demônios, a Primeira Lâmina, a Mão de Deus. E eis que agora eles me surgem com o Horn of Jericho.

Logo na primeira cena, vemos Crowley indo atrás do tal objeto, que é o ponto principal do seu plano para derrotar as duas ameaças da temporada. Mesmo com o receio de sempre, os Winchesters se unem ao Rei do Inferno na empreitada. Porém, eles têm um objetivo a mais, que é salvar Cass.

Outro ponto do episódio foram os retornos de Rowena e da Escuridão. Rowena mostrou que manja dos paranauês e, mesmo com Lúcifer quebrando seu pescoço, conseguiu voltar à vida através de um de seus feitiços. Após isso, ajudou a Escuridão a recuperar seus poderes.

A maioria das cenas foi boa, de te deixar na expectativa para o clímax. Isso a toda hora. Desde o momento da captura de Lúcifer até o embate entre ele e a Escuridão.

Antes disso, tivemos a tentativa de Sam e Dean de se comunicar com Cass. Brevemente vimos o Anjo assumir seu corpo, porém logo Crowley também foi levado para dentro da casca e começou aí uma cena incrível. Foi mostrado o que acontece lá dentro. E simplesmente vimos Cass assistindo TV e pouco se importando com tudo que estava acontecendo. Mesmo quando Lúcifer estava acabando com Crowley na porrada.  

Com a ajuda dos Winchesters, o Rei do Inferno voltou para seu corpo e aí começou o embate entre as duas enormes forças. Lúcifer e Escuridão. Por incrível que pareça, ela levou tudo na maior facilidade. Agora nos resta esperar para ver o que ela irá fazer com ele. Será que ela ajudará a salvar Cass, após o apelo de Dean?


E você, o que achou do episódio? Comente e deixe suas teorias para a reta final da temporada!

                                               

Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO