Crítica | Game of Thrones - 6ª Temporada

Game of Thrones ultrapassou a trama dos livros e entregou uma de suas melhores temporadas até agora

O momento muito, mas muito temido pelos fãs d’As Crônicas de Gelo e Fogo chegou com o início da sexta temporada de Game of Thrones: a série ultrapassou os livros na trama. O lançamento do tão aguardado sexto volume, intitulado Os Ventos do Inverno, continua sem data certa e agora, quem leu a obra de George Martin e quem só assiste à produção da HBO seguem no mesmo barco, sendo surpreendidos todo domingo com os novos episódios.

A temporada ficou conhecida como aquela em que as coisas não demoraram para acontecer. Muitos fãs esperavam que certas tramas fossem demorar para ser desenvolvidas, levando em conta o costumeiro ritmo da série até então. E acontece que muitos desses plots estão muito mais à frente do que todo mundo achava. Vide o enredo da Arya, Daenerys e até o do próprio Jon, que retornou já logo no segundo episódio.

E não parou por aí. O ritmo seguiu durante toda a temporada chegando até o finale bombástico, do qual eu acho que nunca irei me recuperar. Aconteceu tudo! E como se não bastasse, houve a confirmação de uma das maiores teorias dos fãs dos livros.


Ainda não sabemos se os produtores seguiram com fidelidade o que George Martin pretende escrever no sexto livro. Muito do que vimos pode ter sido feito exclusivamente para a série e os rumos de certos personagens pode ser outros na obra original. Independente disso, não tem como não ter gostado do resultado final da temporada.

Foi uma experiência nova assistir, domingo a domingo, e não ter ideia do que viria a seguir. Era só terminar o episódio para começarem a surgir inúmeras teorias.

Visualmente e tecnicamente a temporada também está de parabéns. O aumento no orçamento certamente ajudou e deixou a série ainda mais bonita do que já era. Destaque para as cenas de Dany com os dragões que estão muito mais reais do que as vistas na temporada anterior.

Agora entramos naquele período de espera pela próxima temporada, que, pela primeira vez, terá apenas sete episódios. Mas, pelo visto, isso não afetará a grandiosidade do sétimo ano. O jogo dos tronos está mais quente do que nunca e a série claramente se encaminha para seu desfecho. 




Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO