Resenha | Biblioteca de Almas (O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares #3)

Título: Biblioteca de Almas
Título Original: Library of Souls
Autor(a): Ransom Riggs
Editora:  Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 416
Sinopse: Jacob jamais pensou que fosse embarcar em uma aventura como essa. Depois de perder o avô, conhecer crianças com habilidades peculiares em uma fenda temporal e partir pelo mar em uma busca desesperada para curar a srta. Peregrine, ele finalmente vai se deparar com a inevitável conclusão dessa turbulenta jornada. 
Jacob descobre uma poderosa habilidade e não demora a exporá-la para resgatar os amigos peculiares e as ymbrynes da fortaleza dos acólitos. Junto com ele vai Emma Bloom, uma menina capaz de produzir fogo com as mãos, e Addison MacHenry, um cão com faro especial para encontrar crianças perdidas. 
Partindo da Londres doas dias atuais,  o grupo vai percorrer ruelas labirínticas do chamado Recanto do Demônio, uma complexa fenda temporal que abriga todo tipo de vícios e perversões. É ali que o destino de peculiares de toda parte será decidido de uma vez por todas. Tal como os volumes anteriores da série, Biblioteca de Almas une fantasia, aventura e sombrias fotografias de época para criar uma experiência de leitura única. 


Seguindo as aventuras de Jacob e dos peculiares do Lar da Srta. Peregrine, o terceiro livro da trilogia novamente traz acontecimentos que se desenrolam em um curto período de tempo - dias, para ser mais específica. Agora, acompanhado de Emma e Addison - o cão falando que conhecemos em Cidade dos Etéreos - o mais novo peculiar do grupo segue na busca para salvar todas ymbrynes e o resto dos peculiares, que ainda estão sob os poderes dos acólitos.

Na fenda temporal conhecida por Recanto do Demônio, localizada em Londres, os jovens e o cão se veem diante de uma realidade peculiar que ainda não tinham sido apresentados: viciados em ambrosia, traficantes de peculiaridades, e claro, uma pequena ilha que esconde os prisioneiros sob o comando do acólito Caul, vigiada por outros tantos acólitos e peculiares. 

É nesse novo lugar que desenrola a história que ficamos conhecendo e entendendo mais de como tudo aconteceu nesse universo. É possível entender como se deu o surgimento dos etéreos - ex-peculiares que se alimentam de almas dos seus antigos irmãos - e acólitos - figura que um etéreo se transforma após consumir um número suficiente de almas peculiares. Além disso, Jacob se vê diante de situações que começa a entender de fato sua peculiaridade, que não se resume a apenas a conseguir enxergar os etéreos.

A obra também faz menção aos livros dos contos peculiares e gira em torno de uma história que acabou sendo tirada das edições. A lenda da fenda perdida, na cidade de Abaton, conta que existe um lugar conhecido por Biblioteca de Almas, local cheio de vasos que abriga as almas dos peculiares após sua morte, para assim, a pecualiaridade ser passada adiante. Mas, no meio da história desse mundo, algum ambicioso com vontade de dominar esse universo começa a fazer uso das peculiaridades nos vasos sem que tenha morrido ou perdido a sua.

Apesar de trazer mais ação e aventura, mais riscos, situações que deram errado e aliados que acabam se tornando traidores, assim como nas outras edições, não consegui sentir uma verdadeira onda de perigo. Ainda que seja muito bem escrita e que algumas pontas sejam ligadas, permanece a sensação de que, apesar de tudo estar dando errado, nada de realmente ruim vai acontecer. 


Milena Coutinho

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO