Primeiras Impressões | Legion


Desde os primeiros trailers divulgados, Legion gerou expectativa não só por se tratar de uma série do universo dos X-Men, mas também por já mostrar algo diferente. E é o que o piloto entrega a quem o assiste. Você não vai encontrar aquilo que pode ser a sua primeira ideia sobre uma produção baseada em quadrinhos e que traz pessoas com super poderes.

Diagnosticado com esquizofrenia, o protagonista da série é David Haller, que luta com problemas mentais desde pequeno e encontra-se internado em um hospital psiquiátrico. Muitas vezes ele mesmo não sabe o que é real ou não e, como é de se esperar, ele não é apenas alguém com problemas psiquiátricos. Nos quadrinhos, David é filho de Charles Xavier.

O piloto dá um show em explorar esse lado instável do personagem e passa diversas sensações ao público. Os ângulos escolhidos, a trilha utilizada e os cortes são todos voltados para esse intuito, tornando a experiência diferente do que é apenas ver um episódio de uma série.

Isso combina muito com  o tom da história e a forma como ela está sendo contada. Na maioria do tempo a série te deixa com vários pontos de interrogação na cabeça e sem entender nada. Somando tudo isso, temos um clima de “não sei o que vai acontecer” que instiga, e muito, deixando você empolgado para ver o restante da série.  

Com um visual e produção incríveis, Legion, já no piloto, demonstra ter capacidade para ser uma série das boas, com seu próprio ritmo e estilo, e apresentando algo diferente de séries de “heróis” como Demolidor, Arrow e outras tantas.


Legion é transmitida no Brasil pelo canal FX toda quinta-feira, às 22h30.

Lucas Zeferino

Redes Sociais

SNAPCHAT

SNAPCHAT

ANÚNCIO